Detectores de gás dióxido de carbono (detectores de CO2)

CO2Os detectores portáteis multigases da Industrial Scientific oferecem proteção confiável aos trabalhadores de indústrias que usam dióxido de carbono (CO2). As emissões de dióxido de carbono, diretamente associadas à construção, cervejarias, agricultura, oficinas mecânicas e produção de biocombustíveis, podem representar uma ameaça potencialmente mortal. Por ser inodoro e incolor, os trabalhadores podem ser facilmente sobrecarregados por altos níveis de CO2 em espaços confinados. Além da detecção de dióxido de carbono, os detectores multigases MX6 iBrid® e Ventis® Pro monitoram sulfetos de hidrogênio, limites de explosão e níveis inadequados de oxigênio.

Talk to an Expert

Detectores de gás relacionados - Dióxido de carbono

Dióxido de carbono - CO2

 

Perigo:

Inflamável

Gás não inflamável

Classificação:

Saúde

Asfixiante simples

 

Oxidante

N/D

Sinônimos:

Componente de exaustão de diesel, ácido carbônico de gelo seco

Limites de exposição:

(OSHA)

PEL /TWA: 5000 ppm

 

(ACGIH)

STEL: 30.000 ppm

 

(OSHA)

IDLH: 40.000 ppm

Setores:

Aterros, Minas, Cervejarias

Apesar de expirarmos o dióxido de carbono e de ele estar presente na atmosfera (cerca de 400 ppm), o nível máximo de segurança é de 5000 ppm (0,5% em volume). É um produto da combustão completa, e é encontrado na fabricação de bebidas e outros processos de fermentação. O CO2 e o metano são componentes primários do gás dos digestores no tratamento de esgotos e nos aterros sanitários. O CO2 é usado para carbonatar a cerveja, e representa um perigo na indústria cervejeira, particularmente porque é mais pesado do que o ar e se acumula em níveis baixos. Há algum grau de risco em lugares lotados e mal ventilados, e o problema costuma ser acompanhado por uma atmosfera deficiente em oxigênio. Outra prática típica é estimular o crescimento de plantas elevando os níveis normais de CO2 nas estufas. O gás é inodoro, incolor, e de difícil medição em concentrações de ppm, sendo a absorção infravermelha a técnica habitual.

Fonte: N. Irving Sax, Dangerous Properties of Industrial Materials (6ª edição)

Efeitos de vários níveis de CO2

Nível de dióxido de carbono em ppm   

Resultados em seres humanos

300 (0,03% vol.)

Nada acontece, concentração normal no ar.

3,000 - 5,000

Baixas concentrações causam aumento da respiração e dor de cabeça.

5000 (0,5% vol.)

A ventilação pulmonar aumenta em 5%. PEL.

10.000 (1,0% vol.)

Pode começar a haver sintomas como sentir-se quente e úmido, falta de atenção aos detalhes, fadiga, ansiedade, perda de energia, fraqueza nos joelhos (conhecido como pernas bambas).

20.000 (2,0% vol.)

Ventilação pulmonar aumenta em 50%, dor de cabeça após várias horas de exposição.

(5 a 10% vol.)

Ofegação violenta e fadiga a ponto de sentir exaustão apenas por respirar e dor de cabeça intensa. A exposição prolongada a 5% pode resultar em efeitos irreversíveis à saúde.

Fonte: Associação Americana de Higiene Industrial

TAKING THE GUESSWORK OUT OF GAS DETECTION

Take the guesswork out of gas detectionWhen it comes to lifesaving gas detectors, you can’t afford to guess. Gas detectors today offer features that provide clear information on the instrument status and sensors, tell the user how to react when an alarm goes off, and make it easy to interpret the readings. This white paper covers technology that makes gas detection easy for all users.


Talk to an Expert